Arquivo do mês: outubro 2005

HUMILDADE DO POETA

 Mercedes Pordeus   A humildade do poeta está sempre a aflorar Se ele busca na vida aos outros alegrar Com suas poesias que levam aos corações A outros, já faz chorar cantando a ilusão   Cantando a ilusão de uma … Continuar lendo

Publicado em POEMAS | 7 Comentários

NAQUELA MANHÃ

Mercêdes Pordeus   Naquela manhã de três de agosto Sublimamos todas nossas dúvidasPara nós, era condição irrefutávelQue nós dois nos despojássemos De quaisquer hesitações ou ceticismos. Ainda que eles  existissem apenas A nível inconsciente, ali… latentesPara enfim, conquistarmos o palpávelAssim, duas … Continuar lendo

Publicado em DEDICADO | Deixe um comentário

OI…

Oi… Mercêdes Pordeus   O amor é assim mesmo Vai chegando de mansinho Sorrateiro como ele só! Às vezes se esconde por baixo de asas fingindo amizade Vai eclodindo, lança suas mãos Em redor de nossa cintura Sem pedir licença … Continuar lendo

Publicado em POEMAS | Deixe um comentário

PAZ

Mercêdes Pordeus   Paz…tão procurada no meio ambiente exterior. Mal sabemos que se não nos revestirmos de paz no nosso âmago, não seremos capazes de vê-la ou senti-la ao nosso redor. Quando vemos o beija-flor saltitando de flor em flor, … Continuar lendo

Publicado em TEXTOS | Deixe um comentário

POETA NÃO FINGE

Mercêdes Pordeus   Poeta, que és incapaz de fingir Expõe o que te vem à alma e ao coração Ao contrário do palhaço, pobre palhaço Que, pelo menos em uma circunstância Sua obrigatoriedade é fingir.   Já o poeta, às vezes, … Continuar lendo

Publicado em POEMAS | Deixe um comentário

SER ROMÂNTICO É…

Mercêdes Pordeus   O início de um namoro é sempre uma magia. São sensações indescritíveis, as quais só podemos sentir. Aquele tão sonhado toque, tão desejado troca de olhares São atitudes tão singulares, acontecendo com o amor a emergir. Paulatinamente, … Continuar lendo

Publicado em POEMAS | 1 Comentário

SONHOS

Mercêdes Pordeus   Sonhos! Sonhos! Sonhos! Às vezes nos pegam, medonhos Muitos sonhos que eu componho Às vezes chorosos, outras risonhos.   Algumas vezes pensamos o sonho se tornar realidade Outras vezes tornamos realidade um sonho E assim prossegue a … Continuar lendo

Publicado em POEMAS | Deixe um comentário