SONHOS

Mercêdes Pordeus
 
Sonhos! Sonhos! Sonhos!
Às vezes nos pegam, medonhos
Muitos sonhos que eu componho
Às vezes chorosos, outras risonhos.
 
Algumas vezes pensamos o sonho se tornar realidade
Outras vezes tornamos realidade um sonho
E assim prossegue a vida, fusão da realidade e sonho
Vamos sonhando numa sucessão de perdas e ganhos.
 
Se o sonho difere de nossa realidade
Isso veremos com o avançar da idade
Perseguir um sonho, alimentá-lo
É no nosso interior embalá-lo.
 
Dormi, e com a paz comecei a sonhar
Os homens uns aos outros se amarem
E nesse lindo mundo eu vi a paz reinar
Mas, um estrondo. Acordei! Quisera voltar a sonhar.
 
 
Sonha quem tem um ideal
Um ideal nos faz sonhar
Quem tem um ideal e sonha
Sonha na ânsia de torná-lo real
 
Recife, 08/09/2004
Anúncios
Esse post foi publicado em POEMAS. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s