Arquivo do mês: novembro 2006

DUETO VICTOR JERÓNIMO E MERCEDES PORDEUS PORTUGAL/BRASIL

ESCRAVO DO TECLADOVictor JerónimoRecordo com saudade aqueles temposde levantar em madrugadas belas,Com o nascer do sol em companhiae o acordar dos pássaros em lindos trinos. Recordo como era saudável e magroao sair de casa para uma pedalada,Correndo lonjuras em grande … Continuar lendo

Publicado em POEMAS | 1 Comentário

EU QUIS

Mercêdes Pordeus Recife/Brasil   Eu quis lhe fazer um verso Que não fosse complexo Porém, que tivesse nexo. E fosse acolhido com amplexo.   Eu quis lhe fazer uma poesia Que não soasse como fantasia, Que obedecesse a uma simetria … Continuar lendo

Publicado em POEMAS | Deixe um comentário

A INFÂNCIA E O MUNDO

Mercêdes Pordeus Recife/Brasil   Eu dormi e sonhei com a infância No sonho as crianças eram felizes Era uma felicidade plena de matizes Num mundo sem quaisquer cicatrizes.   Enquanto sonhava, fui tomada pela aflição. Por quê? Perguntava-me, essa contradição? … Continuar lendo

Publicado em POEMAS | Deixe um comentário

MEU CORAÇÃO E MINHAS EMOÇÕES.

Mercêdes PordeusRecife/Brasil Meu coração, eu não te quero assim doente.Desejo ter-te pulsando, mas pausadamente, Em consonância com o meu corpo e mente, Coração! Atendas meu apelo urgentemente. Não te angusties com os males do mundo.Eles só te causarão um desgosto … Continuar lendo

Publicado em POEMAS | Deixe um comentário