Arquivo do mês: fevereiro 2007

TRISTEZA

TRISTEZAMercêdes Pordeus Tristeza, por que insites com tanta firmeza,Cantarolando, zombando assim da fraqueza.Dos que distante sofrem a dor da saudadeDos que só partem porque têm necessidade.De perto dos entes queridos e suas cidades.  Tristeza sabe és uma faca de dois … Continuar lendo

Publicado em POEMAS | 1 Comentário

SE HOUVESSE AMANHÃ

SE HOUVESSE AMANHÃMercêdes Pordeus   Se houvesse amanhã certamente eu te amariaSe houvesse amanhã tu também me amariasSe houvesse amanhã queria tanto ser igual a tiSer herdeiro do teu caráter e de tua condutaPara dar continuidade e transmitir teu legado. … Continuar lendo

Publicado em POEMAS | 1 Comentário