Arquivo do mês: setembro 2007

NO DIA EM QUE O SONHO ACABOU

NO DIA EM QUE O SONHO ACABOU Mercêdes Pordeus Recife/Brasil   O mundo amanhece em festa       A humanidade feliz desperta O sol penetra em cada fresta De toda a janela entreaberta.   O trabalhador esperando um salário digno O idoso … Continuar lendo

Publicado em POEMAS | Deixe um comentário

MULHERES QUE ESCREVEM

MULHERES QUE ESCREVEMMercêdes PodeusRecife/Brasil Mulheres que escrevem… Com a almaExpõem seus anseios e sentem a calmaPor terem evadido delas tantos traumasE com o tempo restauram suas alegrias. Mulheres que escrevem… Com o coraçãoLiberando então limpidamente a comoçãoElevam-se em desejos, ânsias … Continuar lendo

Publicado em POEMAS | Deixe um comentário

AS DORES DA ESCRAVIDÃO

As Dores da EscravidãoMercêdes Pordeus Recife/Brasil   Eles vieram de tão longe, traziam consigo o medo, As incertezas eram suas companheiras desde cedo. Traziam o sofrimento antecipado dos seus receiosE as dores dos açoites, que já sentiam nos navios.   … Continuar lendo

Publicado em POEMAS | Deixe um comentário

PARA UM BEIJA-FLOR

PARA UM BEIJA-FLOR Mercêdes Pordeus Recife/Brasil   Seu vôo ágil e com imensurável velocidadeExpressando do pequenino sua habilidadeColoridos adversos exibe sua coreografia Beija-flor pequenino alado, em sua alegoria.   Seu exibicionismo demonstra sua graciosidadeMinúsculo corpo bailando com excentricidade Numa sutileza … Continuar lendo

Publicado em POEMAS | Deixe um comentário