OI…

Oi…
Mercêdes Pordeus
 
O amor é assim mesmo
Vai chegando de mansinho
Sorrateiro como ele só!
Às vezes se esconde
por baixo de asas fingindo amizade
Vai eclodindo, lança suas mãos
Em redor de nossa cintura
Sem pedir licença e vai se instalado.
Quando nos damos por conta…
Já estamos amando.
Mas isso é só o começo.
O tempo há de nos ensinar
Como agir para preservá-lo.
 
23/03/04
Anúncios
Esse post foi publicado em POEMAS. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s