O SERTÃO NO CORAÇÃO

O SERTÃO NO CORAÇÃO

Mercêdes Pordeus – Brasil

 

Conhecer o sertão é um caso de admiração!

Fala-se em seca, escassez, desertificação.

O sertanejo abandona seu querido torrão

Para as cidades sem vontade faz a migração

No solo escasso, só as palmas e mandacarus.

Prevalecem, insistindo em vencer o ônus.

E o luar dourado sem perceber a situação

Continua lá no céu assistindo o sertanejo

Levando consigo a família, às vezes um cão.

Fala-se sobre, do São Francisco a transposição.

Quem sabe um dia aquela família num lampejo

Volte para suas terras para cumprir seu desejo

Pisar uma terra sem as rachaduras num festejo

Contemplar ao longe uma verde vegetação

Mas, não só dos cactos rever a floração.

Enfim, o velho Chico há de lhe trazer.

O prazer do luar do seu sertão reviver

E desta vez há de receber também o bônus

Quem disse que o sertão não é lindo de viver?

 

08/04/2008

 

Anúncios
Esse post foi publicado em POEMAS. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s