PARA UM BEIJA-FLOR

PARA UM BEIJA-FLOR
Mercêdes Pordeus
Recife/Brasil
 
Seu vôo ágil e com imensurável velocidade
Expressando do pequenino sua habilidade
Coloridos adversos exibe sua coreografia
Beija-flor pequenino alado, em sua alegoria.
 
Seu exibicionismo demonstra sua graciosidade
Minúsculo corpo bailando com excentricidade
Numa sutileza que até parece pairar no ar
Outras vezes com destreza a nos encantar.
 
Polinizador, nesse belo bailar de flor em flor
Penetra seu fino bico e lhes rouba todo o rubor
Extrapolando os limites e sem nenhum pudor
Transporta o pólen, tornando-se multiplicador.
 
Sua pequenez, linda criança
Não se opõe a sua grandeza
Se é pequeno em seu tamanho
Grande é no ápice da singeleza. 
 
31/09/2007
 
Anúncios
Esse post foi publicado em POEMAS. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s