BRASIL, PORTUGAL: DOIS POVOS UM DESTINO

Mercêdes Pordeus
Recife/PE

Portugal sempre investia nos descobrimentos
Outrora, enviando expedições para o Ocidente.
Rumavam meses e  meses a procura do intento.
Torre de Belém, daí partiam as naus e caravelas.
Unidas e em constantes expedições navegaravam
Grandes descobrimentos, a essa altura buscavam.
Alhures,  encontravam, tecendo história de glórias
Lugares longínquos sempre à procura exploravam. 

Brasil, terra de índios e riquezas, incluindo o pau-brasil
Reino português envia Cabral comandando a expedição.
Aportam em 22 de abril de 1500… inicia a nossa história!
Sempre história de muitas lutas: portugueses, holandeses…
Impetrando em nossas terras sua cultura e  tradições.
Liberdade! Grita D.Pedro I, e para o Brasil, a separação. 

Liberdade, esperança do Brasil desde o descobrimento.
Insurreições, revoltas aos altos impostos, suas riquezas.
Brado forte, um Imperador português entoou e nos libertou.
E assim mesmo o Império Português muita coisa continuou.
Rivalidade contra as opressões continuava pelas proezas.
Daí por diante, o Brasil lutava pelas Leis contra a escravidão.
Apareciam aos poucos até que com grande momento culminou
Depois de lutas incessantes, com brio, uma Princesa portuguesa.
Extinguiu essa mancha do Brasil, e a Lei Áurea assinou. 

Portugal e Brasil no porvir espelharam suas esperanças.
Outrora, esperanças de desenvolvimento, seus intentos.
Reuniu dois povos, hoje povos irmãos, feita a aliança
Viram seus sonhos quase se tornando um belo advento.
Irmanados ainda buscam as sonhadas concretizações.
Realidade? Suas histórias esperam grandes momentos. 

Publicado em:

– 2ª Antologia Literária Internacional  do Grupo Ecos da Poesia “DOIS POVOS UM DESTINO”  (2006), edição Zeni Leal A – ISBN 85-905170-5-5.

– A PONTE  – Antologia – III Olimpíada Cultural 500 Anos da Língua Portuguesa no Brasil (Seleção realizada no segundo semestre de 2006). Realização CLUBE DOS AMIGOS DAS LETRAS / Sérgio Grigoletto. Edição 2007. 

Anúncios
Esse post foi publicado em Antologia A PONTE. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s