QUERENDO FUGIR DA ESCRAVIDÃO

Mercêdes Pordeus
Recife/Brasil
 
Ao longo do tempo, a droga vem se disseminado
Nos lares, sem pedir licença, deles conta vão tomando.
Os motivos? São os mais diversos
As camadas sociais? Todas elas
Com isso os lares vão se auto-destruindo.
São batalhas incessantes ao longo se travando.
 
A heroína, a cocaína, o crack,a maconha
LSD, ópio, nicotina, álcool, cafeína, anti-depressivos
Lança perfume, até o que nos parece  inofensivo
O cogumelo, tranqüilizantes, sedativos, inalantes
São tantos os males, os efeitos que vêm causando…
 
– Bom dia tia, como vai você? Lembra de mim?
  Dá-me um dinheiro tia.
– Lembro sim, meu querido. Que aconteceu com você?
  O que faz aqui, filho?
– Nem eu mesmo sei tia, dá-me um trocado.
– Mas, o seu lar, seus pais, irmãos…o que aconteceu?
– Não sei, ele brigavam muito, não se importavam comigo.
– Chegar em casa ou não, já não lhes fazia nenhuma diferença.
  Um dia eu encontrei um “amigo”, eu andava muito deprimido.
  Eu já estava bebendo muito e fumando cigarros em excesso.
  Ele me ofereceu um cigarro de maconha.
  Eu chegava em casa, e eles nem percebiam.
  Nem se quer notavam minhas mudanças físicas e de comportamento.
  Não viam se eu estava agitado ou não.
  Se eu não conseguia dormir ou estava irritado.
  Nem eu sabia mais o que tomava.
  Vivia com náuseas e perdia peso.
  Tinha convulsões, alucinações, pânico, hipertensão.
  Sabe tia, comecei  com as drogas que chamam legalizadas.
  Como pode nesse mundo, existir drogas legais?
  O tabaco produz relaxamento, contrai os vasos sanguíneos.
  Provoca dor de cabeça, perda de apetite, náusea.
  Com alto risco de dependência física e psicológica.
  E ao longo prazo, prejudica a respiração.
  Causa doenças pulmonares e impotência sexual.
  Doença cardiológica, câncer e até à morte pode levar.
  Se com tantos malefícios o cigarro é legalizado.
  Escravizando criança, adolescente e adulto.
  Atualmente, os seres humanos vivem em depressão.
  A depressão, o estresse são as doenças do século.
  E os tranqüilizantes, tia? Os anti-depressivos?
  Também conduzem a dependência química.
  Que fazer, se ainda assim o ser humano está condicionado.
  E é pressionado pela luta diária.
  Assim mesmo, precisa ingeri-los?
  Ah! Se minha família tivesse percebido a tempo!
  Talvez eu não tivesse enveredado por esse caminho.
  Quero sair dessa vida, já não agüento mais!
  Tanta pressão, opressão, dependência e escravidão.
  Mas, sinto que já é tarde, é tarde demais!
  Acabou tia, meu mundo colorido e imaginário.
  Com aquelas ilusões, sensações indescritíveis.
  Meu sonho de uma vida normal…acabou!
  Estou sem saída, quero liberdade.
  Por ela clamo e choro. Será que um dia hei de encontrá-la?
  Foi assim…comecei com álcool e fumo.
  Hoje estou aqui, querendo fugir da escravidão.
  Querendo recuperar a minha dignidade.
– Preste atenção meu jovem, para tudo na vida há uma saída.
  Deus está presente em nossas vidas para nos ajudar, Ele nos ama.
  E nos deu Seu Filho para nos fortalecermos, além disso, meu menino
  Existem meios de ajuda através de entidades, desde que você queira.
  Não será fácil…mas assim como você disse sim.
  E com esse sim, desencadeou esse processo degenerativo corpo/alma
  Assim também, segure na mão de Deus e diga… basta!
  Tente…seu sonho ainda não acabou e muita gente ainda lhe  ama.
  Dê-me sua mão, filho!
 
02.julho.2005

 
Anúncios
Esse post foi publicado em POEMAS. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para QUERENDO FUGIR DA ESCRAVIDÃO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s