QUANDO OU QUASE

Mercêdes Pordeus
 
Quando e sempre que o amor se faz presente
Quase nunca deve sufocar uma alma
Quando se vive um verdadeiro amor
Quase nunca ele nos causa dor
Quando ela surge, assim mesmo entendemos.
 
 
Quando e sempre que ele me ama
Quase sempre me acende uma chama
Quando quase estou morrendo de dor
Quando não estou vivendo o amor
Quando ele me chama : segue-me.
 
Quando e quase sempre que o amor vence
Quando em alerta ficam meus sentidos
Quase sempre estou em sobreaviso
Quando o amor aguça meus sentidos
Quase sempre libero meus gemidos.
 
22-01-04 
Anúncios
Esse post foi publicado em POEMAS. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para QUANDO OU QUASE

  1. Hikari disse:

    Adorei seu blog eh muito lindo!!!Parabens continue assim!!!De uma olhada la no meu blog e comente tha!!bjinhus fui…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s