ENQUANTO A CIDADE DORMIA

Mercedes Pordeus

 

Enquanto a cidade dormia…

Alhures algo sempre acontecia
Era natural…a vida corria
O tempo não pára, se distancia.
 
Enquanto a cidade dormia…
Em cada quarto um sonho, um desenlace
Porém, e lá fora? Muita coisa acontecia
Ações más, ações boas, outras se reverenciavam.
 
Enquanto a cidade dormia…
Lá fora, uns as leis tragrediam
Burlando assim a cidadania
E então a maldade prevalecia.
 
Enquanto a cidade dormia…
Outros, dos irmãos se compadeciam
Aos seus encontros, iam levando o sopão
Onde necessitados já esperavam o pão
 
Enquanto  cidade dormia…
Alguns do seu tempo  desprendiam
Para ouvir o irmão que sofria
Uma palavra de amor lhe proferiam.
 
Enquanto a cidade dormia…
Em cada canto uma saudade, uma alegria
A tristeza dos que ficaram para trás, alguém sofria
Uma partida, um amor platônico, se despedia
 
Enquanto a cidade dormia
Lá fora muita coisa acontecia
Uns praticavam o mal outros o bem
As horas corriam… e outro dia amanhecia.
 
Em 20/01/05
 
Publicado em:
– TERRA LATINA, Antologia Internacional – ISBN 85-905170-2-0.
Lançada em Sâo Paulo, na Casa de Portugal em 30 de julho de 2005.
 
Classificada na IV Seletiva de Poesias, Contos e Crônicas de Barra Bonita, Categoria CONSAGRAÇÃO, no segundo semestre de 2005 – Clube Amigos das Letras, publicada na Antologia ALÉM DAS LETRAS,em 21/04/06.
Anúncios
Esse post foi publicado em Antologia ALÉM DAS LETRAS em Barra Bonita/SP - 21/04/2006 - Amigos das Letras. Bookmark o link permanente.

2 respostas para ENQUANTO A CIDADE DORMIA

  1. CAVALHEIRA007 disse:

    NADA É POR ACASO…Se alguém te procura: Com frio… é porque você tem o cobertor;Com alegria… é porque você tem o sorriso;Com lágrimas… é porque você tem o lenço;Com versos… é porque você tem a música;Com dor… é porque você tem o curativo;Com palavras… é porque você tem a audição;Com fome … é porque você tem o alimento;Com beijos… é porque você tem o mel;Com dúvidas… é porque você tem o caminho;Com orquestras… é porque você tem a festa;Com desânimo… é porque você tem o estímulo;Com fantasias… é porque você tem a realidade;Com desespero… é porque você tem a serenidade;Com entusiasmo… é porque você tem o brilho;Com segredos… é porque você tem a cumplicidade;Com tumultos… é porque você tem a meditação;Com confiança… é porque você guarda segredos;Com medo… é porque você tem o amor.Ninguém chega a você por acaso!Seu espaço é "Especial"Pois foi elaborado por você!E você é "ÚNICO" (a)!AtenciosamenteValquiria

  2. Mago disse:

    NADA É POR ACASO…Se alguém te procura: Com frio… é porque você tem o cobertor;Com alegria… é porque você tem o sorriso;Com lágrimas… é porque você tem o lenço;Com versos… é porque você tem a música;Com dor… é porque você tem o curativo;Com palavras… é porque você tem a audição;Com fome … é porque você tem o alimento;Com beijos… é porque você tem o mel;Com dúvidas… é porque você tem o caminho;Com orquestras… é porque você tem a festa;Com desânimo… é porque você tem o estímulo;Com fantasias… é porque você tem a realidade;Com desespero… é porque você tem a serenidade;Com entusiasmo… é porque você tem o brilho;Com segredos… é porque você tem a cumplicidade;Com tumultos… é porque você tem a meditação;Com confiança… é porque você guarda segredos;Com medo… é porque você tem o amor.Ninguém chega a você por acaso!Seu espaço é "Especial"Pois foi elaborado por você!E você é "ÚNICO" (a)!AtenciosamenteValquiriaDesculpe postei abaixo com um endereçoque não mais existe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s